Oração do P. Eugénio Maria do Menino Jesus (II)

p-eugenio-maria-2

Ó Espírito de Amor…

Dai a cada uma das nossas almas,

esta beleza, esta grandeza,

que sonhastes para elas

desde toda a eternidade.

Nós Vo-lo pedimos humildemente,

ó Pai Fonte de toda a luz,

ó Jesus nosso Irmão, nosso Mestre, nosso Rei,

ó Espírito Santo, Amor substancial,

Arquitecto e artesão dos desígnios de Deus.

Realizai inteiramente este pensamento de Deus.

Que nenhuma centelha deste amor que nos destinais

fique inactiva, mas desça sobre nós.

Uni-nos a Vós,

Entrevei já toda a nossa participação na vossa vida trinitária.

Nela encontraremos a nossa felicidade, e sei que Vós também

encontrareis nela uma glória, secundária é verdade,

mas, na qual, sabereis entretanto comprazer-Vos.

Eis a oração que fazemos,

ó Santíssima Trindade.

É para vossa glória, vossa alegria,

para a expansão da vossa vida trinitária.

Assegurai a sua eficácia por uma nova infusão do Espírito Santo.

Que cada dia, cada instante da nossa vida

marque um crescimento da vossa infusão.

E quando dominardes sobre cada um de nós

daremos testemunho de Vós

ali onde Vós nos enviais, como Vós nos enviais.

E neste apostolado do testemunho

encontraremos a nossa razão de ser,

ó Pai, ó Filho, ó Espírito Santo.

Considerai o que fizestes,

e realizai inteiramente a vossa obra em nós,

e por nós, em todos aqueles que introduziremos

no mesmo desígnio de amor,

na vossa vida trinitária,

junto de Vós e em Vós.

Amém.

Pentecostes de 1963, extracto da homilia.